sexta-feira, 14 de abril de 2017

Alberta Hunter



                       1895-1984     Diva do Blues e do Jazz 


Cantora,letrista, atriz e enfermeira esteve entre os mais destacados artistas dos anos 1920/1930 ,com  uma surpreendente retomada na carreira no final da vida  

**

Alberta Hunter nasceu em 1º de abril de 1895 em  Memphis, Tennessee e ali viveu até os 15 anos quando saiu de casa para se fixar em Chicago.

Mentindo sobre a idade, logo se tornou importante referência como cantora trabalhando com a Creole Jazz Band de King Oliver.

A mistura de talento e presença cênica marcante fez de Alberta uma das maiores atrações da cidade nos anos 1910/20,cantando o que hoje a gente chamaria de "música de fossa", incluindo agumas composiçoes pessoais como  "Down Hearted Blues."


Começou a gravar em 1921-mais de uma centena de discos-e usando pseudônimos quando trabalhavaa para selos rivais.  


Grandes sucessos desta época foram   "'Taint Nobody's Business If I Do" e "Aggravatin' Papa."

Traumatizada pelos abusos  que sofreu na infância,preferia manter certa distância de homens,principalmente daqueles que tentavam controlar e manipular.

Começaram a surgir rumores a respeito de sua sexualidade.


Em 1919,para "calar a boca" dos maledicentes,Alberta casou com Willard Townsend. Morando na casa da mãe,Miss Laura, dormia com ela e Willard  ocupava outro quarto.
Este arranjo, no entranto,não deu certo e,meses depois, houve a separação e o divórcio em 1923.


Durante a Lei Seca, a homossexualidade era, se não aceita, tolerada,mas se Alberta nunca expôs seu lesbianismo  também nunca escondeu suas preferências .
Teve um longo relacionamento com  Lottie Tyler.Moraram juntas num apartmento em Nova York e viajaram pela Europa.


Terminado o affair,manteve alguns namoros com homens e outras mulheres,mas nada de sério.Durante anos, focalizou o carinho e as atenções na mãe.
Infeliz no amor e muita sorte na carreira, que floresceu até a década de 1940, com mais gravações e turnês pelos Estados Unidos no circuito negro do vaudeville e nas apresentações no T.O.B.A. (Theater Owner's Booking Association).


Durante a Segunda Guerra Mundial liderou várias turnês para entreter tropas americanas. Participou da grande festa da vitória na Casa Branca,onde cantou para o Presidente Eisenhower. 


Como muitos artistas afro-americanos,Alberta trabalhava muito em cidades na Europa,onde o racismo era menos cruel- Londres, Paris, Amsterdam e Copenhagen,por exemplo. 

****

 Nos anos 1950,as coisas mudaram e, sempre racional e pragmática,tratou de procurar nova atividade: subtraiu doze anos na carteira de identidade e iniciou um treinamento na área de enfermagem.


Aceita num hospital de Nova York,lá trabalhou cerca de vinte anos.Ninguém jamais suspeitou que uma Diva do blues e do jazz agora de dedicava aos doentes.

Em 1961,discretíssima, regravou sua composição  "Down Hearted Blues," acompanhada pelo pianista Lovie Austin, que compôs a melodia.

Naquele mesmo ano, retomou a carreira musical com o timbre de  voz mais profundo.

Em 1977,foi aposentada compulsoriamnete no  hospital em que trabalhava porque, supostamente, havia completado 70 anos (na verdade,oitenta e dois).

Naquele mesmo ano, retomou a carreira musical com o timbre de  voz mais profundo. 


 Hunter se apresentou com regularidade no The Cookery em Greenwich Village e foi um sucesso com o público no mundo inteiro.
Uma pequena mulher  frágil ,usando grandes brincos, tornou-se atração dos circuitos de talk-shows  contando sua trajetória, sempre cheia de energia  

Durante os últimos seis anos de  vida,  gravou dois álbuns novos e supervisionou o relançamento de seu material antigo .
Morreu em 17 de outubro de 1984, aos 89 anos.

********************************** 

 

Alberta Hunter num concerto em Berlim -1982

"Georgia on my mind" e "Wien nür Du"

 www.youtube.com/watch?v=7D6nRlpGGcM

Nenhum comentário:

Postar um comentário