terça-feira, 10 de julho de 2018

Inseminação artificial



 



Vern Leroy Bullough (24 de julho de 1928 - 21 de junho de 2006)  historiador e sexólogo norte-americano.
Professor emérito da Universidade Estadual de Nova York (SUNY), professor proeminente da Universidade Estadual da Califórnia, ex-presidente da Sociedade para o Estudo Científico da Sexualidade, e membro do conselho editorial da Paidika: The Journal of Pedophilia.

Escreveu originalmente este texto abaixo, em 2004 :
****************


A inseminação artificial, às vezes conhecida como "inseminação alternativa" ou "inseminação do doador", é um procedimento pelo qual o sêmen é injetado no útero com a finalidade de impregnação.  
Embora seja usado principalmente para engravidar mulheres casadas cujos maridos sofrem de infertilidade, também é frequentemente usado por lésbicas e mulheres solteiras heterossexuais que desejam engravidar sem contato sexual com homens. 
 É também frequentemente o método de escolha quando os homens gays criam famílias por meio de mães de aluguel ou por meio de parentesco. 

História 
Embora os árabes tenham usado inseminação artificial na criação de cavalos desde o século XIV, e Lazzaro Spallanzani tenha transferido sêmen de cão macho para uma fêmea em cio em 1780, foi o cirurgião britânico John Hunter quem realizou o primeiro experimento bem-sucedido em humanos mais ou menos na mesma época.
 Ele aconselhou um paciente cuja hipospadia severa (uma condição na qual a uretra não sai do final do pênis) tornava impossível ejacular na vagina de sua esposa para coletar seu sêmen e injetá-lo em sua esposa com uma seringa.  

Ele fez, e ela ficou grávida. 
O paciente de Hunter teve uma sorte incrível, já que outros pesquisadores não conseguiram reproduzir seu sucesso, mesmo porque tal injeção teve que coincidir com a ovulação, sobre a qual ele e outros não sabiam nada.  
Marion Sims (1813-1883), o  fundador de experimentos em inseminação artificial em humanos, teve apenas um caso bem-sucedido de 55 tentativas, e a mulher mais tarde abortou espontaneamente.  

Sims atribuiu muitos dos seus fracassos à técnica defeituosa, mas foi mais uma questão de tempo insuficiente.Era muito mais fácil inseminar os animais onde o cio ocorre, e o fisiologista russo Ilya Ivanovich Ivanov, na primeira parte do século XX, demonstrou que a única condição necessária para a impregnação da maioria dos animais domésticos e aves era a união do esperma com o ovo.  

Em 1940, a inseminação artificial estava sendo amplamente utilizada em rebanhos leiteiros nos Estados Unidos e se espalhou rapidamente para outros mamíferos. 

Até que o ciclo reprodutivo da fêmea humana fosse totalmente entendido, a inseminação artificial em humanos foi ser pouco mais do que jogar roleta russa.  


Em 1936, C. G. Hartman finalmente descreveu o ciclo menstrual de 28 dias e calculou o período mais fértil para as mulheres, 11 a 14 dias após o primeiro dia do fluxo menstrual. 
 Os resultados de Hartman foram aproveitados pelos defensores do Planejamento Familiar Natural para calcular o período de segurança (quando a gravidez era menos provável de ocorrer) e por defensores da fertilidade para determinar quando a mulher seria mais suscetível à gravidez. 

Em 1941, mais de dez mil mulheres haviam engravidado por meio de inseminação artificial e, em 1955, o número chegara a cinquenta mil. 

 Na década de 1970, os métodos para calcular os períodos férteis haviam se tornado tão eficientes que muitas mulheres, incluindo um número significativo de lésbicas que queriam ter um bebê, mas não queriam ter relações sexuais com um macho, usavam seringas longas. tipo instrumento para injetar sêmen doado por um macho disposto, às vezes conhecido por eles, outras vezes não. 

 Casais heterossexuais também se voltaram para a inseminação artificial quando a mulher parecia incapaz de engravidar.  
Em tais casos, o marido muitas vezes inicialmente forneceu o sêmen, a menos que fosse  estéril e, então' eles se voltaram para o uso de doadores anônimos, muitas vezes indivíduos selecionados por um médico colaborador. 
 ***********
Como o sêmen podia ser congelado e preservado, os bancos de sêmen de doadores anônimos logo se desenvolveram.Tecnicamente eles eram anônimos, mas seus registros médicos e genéticos podiam ser disponibilizados para a futura mãe. 
A opinião legal ficou para trás da realidade e, em muitos casos, as mulheres que engravidaram por meio de inseminação artificial não fornecidas por seus maridos podiam ser e com frequência eram acusadas de adultério. 
A oposição religiosa à inseminação de doadores surgiu no início do processo, mas diminuiu gradualmente à medida que o século XX progredia. A maioria dos grupos religiosos agora aceita o processo, embora muitas vezes com reservas e restrições. 
Gradualmente, o processo foi estendido proteção legal. A inseminação artificial foi legalizada na maioria das áreas, embora muitas jurisdições limitem a inseminação artificial a casais casados ​​ou neguem especificamente o acesso de lésbicas a bancos de esperma. 

Problemas  LGBT 

Muitos bancos de esperma e especialistas em fertilidade oferecem seus serviços a lésbicas, outros não, e vários países, incluindo a Alemanha, restringem o acesso a bancos de esperma a casais casados.  

No entanto, como o procedimento é relativamente simples, a inseminação de doadores está frequentemente disponível para lésbicas, mesmo em lugares onde há obstáculos legais. 
Quando usado por lésbicas e homens gays, a inseminação artificial carrega uma série de considerações e riscos legais e emocionais. Talvez o mais importante deles seja o papel das partes na criação de um filho.Um doador de esperma pode ser classificado como doador ou como pai.  
O primeiro é geralmente anônimo e renuncia a todos os direitos  e responsabilidade sobre a criança,enquanto o segundo é conhecido da mãe e assume responsabilidades parentais.  

Da mesma forma, uma mãe substituta, impregnada por inseminação artificial, pode ou não desejar estar envolvida legal ou emocionalmente na criação da criança a quem ela dá à luz. 
Embora a maioria dos doadores recrutados pelos bancos de esperma seja anônima e renuncie legalmente aos direitos e responsabilidades dos pais, alguns bancos de esperma permitem que as crianças, com o consentimento do doador, iniciem contato com seu pai genético em uma idade específica. 

Quando o doador de esperma é conhecido - como nos casos em que indivíduos como um homem gay e uma lésbica (ou um casal gay e um casal de lésbicas) decidem ser  co-pais de uma criança, é muito importante que todas as partes sejam claro quanto às obrigações e consequências legais do acordo de parentesco. 
 Como as famílias alternativas não são reconhecidas na maioria das jurisdições, a parentalidade conjunta pode acarretar consideráveis ​​riscos legais.
 Outras questões envolvidas na inseminação artificial incluem considerações de saúde, como acesso ao histórico médico e herança genética do doador, e o impacto emocional nos filhos da inseminação artificial de não conhecer seus pais ou crescer em famílias não tradicionais.
 ****************
 
*

  

sexta-feira, 6 de julho de 2018

Deu na Wikipedia : na cama com Abraham Lincoln


  "Lincoln", do cineasta Steven Spielberg, é um  filme  sobre a abolição da escravidão nos Estados Unidos, apresentado como um retrato intimista do 16º presidente dos Estados Unidos,  interpretado pelo britânico Daniel Day-Lewis.
 
************

A Wikipedia informou e eu traduzi

A Sexualidade de Abraham Lincoln



 A orientação sexual de Abraham Lincoln é um tema de debate  entre alguns estudiosos.
 

Apesar do casamento duradouro com  Mary Todd (de 4 de novembro de 1842 até sua morte em 15 de abril de 1865) e dos 4 filhos que tiveram, o psicólogo Clarence Arthur Tripp  (1919–2003)   observou em seu livro The Intimate World of Abraham Lincoln (O Mundo Íntimo de Abraham Lincoln) que a postura problemática e distante de Lincoln com as mulheres difere muito  das  relações mais calorosas com os amigos homens que passaram em sua vida e que- com dois deles- a amizade teve conotação homossexual.

Alguns biógrafos do estadista, contestam a afirmação e nenhum dos inimigos de Lincoln fez referência  a essas situações.

Amizade com Joshua Fry Speed

Lincoln conheceu Joshua em Springfield, em1837. Viveram juntos durante quatro anos, usando a mesma cama de casal


O historiador David Herbert Donald acha comum o fato dos dois homens terem dividido o mesmo leito sem que nada  de homoerótico estivesse incluído no arranjo,apenas para que os custos financeiros diminuíssem para ambos.
Joshua Speed
Diz ele: 

" No século 21 é difícil imaginar que um solteiro ofereça um lugar em sua cama a um amigo sem receio que ter sua atitude seja interpretada como saída do armário. No século 19,não havia a consciência de qualquer possibilidade erótica".

O fato de  Lincoln ter admitido que dividiu a cama com o amigo indica que a relação não era romântica".  

Joshua Speed ​​casou-se com Fanny Hennings em 15 de fevereiro de 1842-nove meses antes casamento de Lincoln e os dois homens parecem ter trocado idéias um com o outro sobre a vida conjugal

Apesar algumas diferenças políticas sobre a escravidão, eles se corresponderam pelo o resto de suas vidas e Lincoln presidente nomeou o irmão de Joshua, James Speed, para o seu gabinete como Procurador-Geral

****
Casamento com Mary Todd


Mary Todd Lincoln
Lincoln e Mary Todd se conheceram em  Springfield em 1839  e ficaram noivos em 1840.
O casamento doi realizado em 4 de novembro de 1842.


O historiador Allen Guelzo chama a união com Mary de  "um dos mais sombrios episódios na vida de Lincoln".
O programa de governo que ele apoiava   entrou em colapso, seu melhor amigo Joshua Speed ​​deixou Springfield,  John Stuart, parceiro  político se afastou
 Lincoln dizia que,nessa época, sofreu depressão .
Em janeiro de 1841 rompeu seu noivado com Mary.    
 Depois de um período de separação e desentendimento, o casal se reconciliou.


Jean H. Baker, historiadora e biógrafa de Mary Todd Lincoln,  Baker afirma que "a maioria dos observadores do casamento Lincoln  ficou impressionada com a qualidade de sua sexualidade".  
Outros  historiadores  afirmam que a vida sexual do casal acabou em 1853 ou após o nascimento difícil seu filho Tad, ou em 1856, quando eles se mudaram para uma casa maior.
Um prolapso uterino teria produzido efeitos  visíveis na Sra Lincoln,o que teria impedido as relação sexuais. 

Baker também explica que na década de 1850 "muitos  casais de classe média  dormiam em quartos separados " e sugere que o casal "era um exemplo do novo perfil social da América,que viu a taxa de natalidade cair de sete para quatro filhos por família e que como os americanos separavam a sexualidade da procriação e o  aleitamento materno por longos períodos e as formas meio rudes de contracepção além do coito interrompido estavam `a disposição para compras pelo correio.
 As datas de nascimento  das crianças Lincoln (Robert, em 1843, Eddie, em 1846, Willie, em 1850, e Tad em 1853) parecem indicar algum tipo de planejamento "

Em outras palavras,companheirismo e poder compartilhado na decisão.
*********
 *********
A amizade com David Derickson 


O Capitão David Derickson foi guarda-costas e companheiro de Lincoln entre 1862 3 1863.
Dividiram a cama até que o militar foi promovido e remanejado.Isso acontecia durante as ausências da Primeira Dama.   
Derickson foi  casado duas vezes e teve dez filhos.
Elizabeth Woodbury Fox, esposa do assessor naval de Lincoln, escreveu em seu diário no dia 16 de Novembro de 1862, "Tish me contou : há um soldado aqui  ligado ao presidente,  ele leva sempre com ele, e quando a Sra. L. é não está em casa, dorme com ele. "Que coisa! "
Um militar e colega de regimento  de Derickson, Thomas Chamberlintambém registra a amizade íntima  no livro que escreveu sobre suas memórias de batalhas.

*********


domingo, 1 de julho de 2018

Chase Johnsey -primeiro homem a interpretar papel feminino em uma companhia internacional de balé

Chase Johnsey , ex-dançarino principal   dos Ballets Trockadero de Monte Carlo, atualmente dança com o mesmo status no English National Ballet.
 Johnsey, que se identifica como gênero fluído, , é o primeiro dançarino a se juntar ao grupo feminino de uma companhia de balé internacional.   
 ************
 Nascido en Winter Haven, Flórida, desde criança participou de   competições nacionais de dança.     

O primeiro contato com dança clássica  aconteceu aos 14 anos,mas foi  desencorajado por seus professores  a continuar na carreira devido às suas características físicas femininas e à constituição esbelta e pequena, que  eram o contrário do  físico  exigido para os homens no balé. 

 Apesar disso, Johnsey  seguiu em frente  e   estudou na Virginia School of the Arts, no Lois Cowles Harrison Center for Visual and Performing Arts e no Florida Dance Theatre. 

*****

Carreira 


Em 2004, Johnsey juntou-se aos  Ballets Trockadero de Monte Carlo, uma companhia exclusivamente masculina que realiza paródias cômicas de balé clássico .

 Desempenhou papéis masculinos e femininos com os Trocks (apelido do grupo) sob os nomes de palco Roland Deaulin e Yakatarina Verbosovitch. 

Recebeu elogios da crítica "por seu rápido trabalho de pés e técnica  articular trabalho de ponta e execução de papéis femininos: Kitri de Don Quixote, Paquita   e Odette e Odile  em Lago dos Cisnes." 
Em 2008, Johnsey foi listado na revista Dance Magazine  e ganhou  prêmio de melhor dançarino masculino no National Dance Awards.   

Em 1º de janeiro de 2018, demitiu-se do Les Ballets Trockadero de Monte Carlo, após uma carreira de catorze anos na empresa, alegando que ele foi assediado e humilhado, alegando que os Trocks  o haviam discriminado  e outros dançarinos por aparecerem também feminino e ameaçado acabar com seu emprego se ele escolhesse passar pela transição de gênero.

Alegou,então, que os dançarinos, incluindo ele próprio, foram maltratados, sexualmente assediados e discriminados por "parecerem muito femininos nas aulas e ensaios e não estarem à altura das expectativas da empresa sobre o que é um "homem gay"  . 

The Trocks emitiu uma declaração negando as alegações de Johnsey de assédio e discriminação, mas contratou um investigador independente para acompnhar o processo.
**** 
 Foi convidado pelo English National Ballet  e é  o primeiro artista a dançar papéis femininos na empresa. 
 

Chase e Carlos Renedo
Casou-se com o bailarino espanhol Carlos Renedo, na época um companheiro de dança com o Les Ballets Trockadero de Monte Carlo, em novembro de 2015.  

 Johnsey passou por uma cirurgia de feminização facial e trabalha com um treinador  e uma nutricionista do English National Ballet , para ajudar a fazer mudanças em seu corpo, para parecer mais feminina.  

*****

Pas de deux de D Quixote, dançando com o nome Yakatarina Verbosovitch:

https://www.youtube.com/watch?v=d3LfqieVXx0

Meu texto sobre gênero fluído 
   biografiasgls.blogspot.com/2018/02/o-genero-fluido-nova-proposta-de.html

terça-feira, 19 de junho de 2018

Conto com temática LGBT vence Prêmio Sesc de Literatura 2018

  A carioca Juliana e o gaúcho Tobias foram os grandes vencedores nas categorias romance e conto, respectivamente




 


 
"Os vencedores da edição 2018 do Prêmio Sesc de Literatura foram anunciados nesta quinta-feira (14/6). São eles, Juliana Leite, com o livro Magdalena usa as mão na categoria romance, e Tobias Carvalho, com As coisas em contos.

No ano em que o prêmio completa 15 anos, 1.540 trabalhos foram inscritos, sendo 720 livros de contos e 820 romances. Os escritores e críticos literários Beatriz Resende, Flávio Carneiro, Letícia Wierzchowski e Daniel Galera foram encarregados da avaliação final.

"Há quatro anos, quando comecei a escrever esse romance, a circunstância mais fabulosa que me ocorria, em sonho mesmo, era ganhar o Prêmio Sesc. Era aquela espécie de farol, de rumo idealizado, da concretização mais bacana de um caminho duro e de muita persistência", comentou Juliana Leite, carioca de 35 anos, em nota oficial à imprensa.

O romance vencedor do prêmio trata de uma mulher que, após sofrer um acidente, desperta com o corpo marcado por cicatrizes profundas. Com a ajuda das tias e as sabedorias da família, parte numa jornada para reaprender a falar e redescobrir os gestos de sua própria integridade.

Já Tobias Carvalho, 22, o ganhador da categoria Conto, com As coisas, é um gaúcho nascido em Porto Alegre. O livro retrata personagens homossexuais, no qual histórias se cruzam sob diferentes gêneros e olhares. “Pra mim, ter vencido o Prêmio Sesc é começar a minha carreira literária com um aval importantíssimo, um pontapé mais que bem-vindo e muito menos que esperado. Um sonho", afirmou.

O Prêmio Sesc de Literatura tem como objetivo da premiação identificar novos escritores, com obras com qualidade literária para edição e circulação em todo o país. Os vencedores terão as obras publicadas e distribuídas pela editora Record, com tiragem inicial de dois mil exemplares.

Os ganhadores estarão na programação do Sesc Paraty durante a Flip 2018, em 25 a 29 de julho. Juliana e Tobias também serão premiados em cerimônia, no segundo semestre, por ocasião do lançamento dos livros."
*********************************************************

sexta-feira, 8 de junho de 2018

Oh,Walt Whitman





(31/5/1819  -   26/3/1892)

E até hoje, 126 anos depois, continua sendo grande fonte de inspiração


************************************************
” Velho e formoso. Irmão em Universo“
Portugal Infinito, onze de junho de mil novecentos e quinze
De aqui de Portugal, todas as épocas no meu cérebro, 

Saúdo-te, Walt, saúdo-te, meu irmão em Universo,
Eu, de monóculo e casaco exageradamente cintado,
Não sou indigno de ti, bem o sabes, Walt, Não sou indigno de ti, basta saudar-te para o não ser

Eu tão contíguo à inércia, tão facilmente cheio de tédio,
Sou dos teus, tu bem sabes, e compreendo-te e amo-te,
E embora te não conhecesse, nascido pelo ano em que morrias, 

Sei que me amaste também, que me conheceste, e estou contente".

(da “Saudação a Walt Whitman”, de Fernando Pessoa)

**********************


Quem foi este homem por onde perpassaram as obras de tantos outros poetas,  além de Garcia Lorca, Jorge Luis Borges, Gore Vidal, Neruda, José Marti, Fernando Pessoa Maiakovski, ErzaPound, Harold Bloom, Allen Ginsberg, Jack Kerouac e os nossos Carlos Drummond de Andrade (A rosa do povo-1945), Roberto Piva (Paranóia,1963) Carlos Felipe Moisés (Carta de Marear) ?

Qual a magia emanada daquele que é, frequentemente, chamado “Pai do Verso Livre”?

Poeta, ensaísta, humanista, professor, tipógrafo, diretor de jornal diário (Aurora), operário agrícola, funcionário de escritório e enfermeiro voluntário na Guerra Civil Americana, Walter Whitman causou grandes controvérsias no seu tempo, especialmente pela coleção de poesias “Leaves of Grass” (”Folhas de Relva”), considerada obscena por conter “sexualidade explícita”. 

Considerado um dos mais influentes intelectuais de todos os tempos, incorporou aspectos do realismo (abordagem objetiva da realidade) e do transcendentalismo (idéias que pregam o estado espiritual transcendendo o físico).

Foi o primeiro representante da classe trabalhadora a alcançar a um lugar de honra na literatura nos Estados Unidos.
*****************

Walter Whitman Jr. nasceu em 31 de maio de 1819, em West Hills, Long Island, Estado de Nova York. Segundo dos nove filhos de pai inglês e mãe holandesa, neto de camponeses e filho de um carpinteiro instalado em Brooklyn, então uma simples aldeia situada nos arredores de Nova York.

Em 1823, a família mudou-se para o Brooklyn, onde o pai instalou sua oficina de carpintaria e nosso biografado estudou em escola pública, dos seis aos onze anos.

Trabalhou como aprendiz de tipografia, impressor e professor até 1838, já responsável pela edição de diversos jornais, Inclusive o prestigiado Daily Eagle.

Em expansão, o mercado imobiliário de Nova York ganhou a atenção de Walt que, usando sua experiência de vida, ali especulou e permaneceu entre 1850 1855, sempre escrevendo poemas, contos e artigos com pouca ou nenhuma repercussão.

Walt lia Robert Owen, Dante, Fanny Wright e Ralph Waldo Emerson e absorvia idéias do movimento Quaker.

E, geminianamente, freqüentava a boemia literária, os operários das docas, os índios na Luisiana e exercia uma assumida homossexualidade.

Um livrinho de 96 páginas foi o experimento mais audaz e mais vasto que a história da literatura registra”. Jorge Luis Borges Nos primeiros dias de julho de 1855, Walt Whitman lançou no Brooklyn, New York, um livrinho de 96 páginas que vinha sendo trabalhado desde 1847- “Leaves of Grass” - com 12 longos poemas, impresso por conta própria.

Não havia menção de quem o escreveu e nem do editor.
A única dica era a foto de um homem de meia idade nas chamadas “mangas de camisa.”

Era um segredo facilmente descoberto porque um do poemas, Song Of Myself (Canto de Mim Mesmo), ajudava a entender o autor: “Walt Whitmam, um cosmos, o filho de Manhattan / Turbulento, carnal, sensual, comendo, bebendo e procriando / Não é um sentimental, não olha de cima os homens e as mulheres / nem se afasta deles / Não é mais modesto que imodesto” (tradução : José Agostinho Baptista)

A crítica arrasou o autor desconhecido por conta “da exaltação do corpo e do amor sexual” mas - também e sobretudo - pelo uso do verso livre em linhas “de estrutura orgânica natural” Era uma obra destinada a ganhar a posteridade, lançando um estilo e influenciando gerações de poetas e intelectuais, através dos tempos.

Naquele momento da História, quase um século depois da independência, os Estados Unidos expandiam as fronteiras ao oeste e começava a era capitalista. 
Walt Whitman vendeu a casa onde morava para bancar a edição do livro.

Os oitocentos exemplares quase não foram vendidos e tudo parecia um fiasco  quando chegou uma carta do filósofo Emerson, com palavras de estímulo.
Ali foi iniciada uma longa amizade e lançada a pedra fundamental do sucesso da obra.
Em 1873, parcialmente paralisado por um ataque cardíaco, Walt passou a morar com um dos irmãos em Camden, New Jersey.
E escrevia, escrevia, escrevia, focado na única obra.

A nona edição - a definitiva - contém muitos milhares de poemas. “Leaves of Grass” vai aumentando permanentemente, à medida que os grandes espaços da América a tornavam "a terra destinada a ser percorrida, unida por uma rede".

Visto com a perspectiva do tempo acho que agora em 2011, Walt Whitman seria um incansável blogueiro.

Em julho de 2005, nos 150 anos da publicação original, surgiu uma nova tradução tomando por base a edição de 1855, assinada pelo poeta Rodrigo Garcia Lopes (Editora Iluminuras).

O sucesso fez com que os livros se esgotassem em pouco tempo.
Para atender a demanda, acaba de ser lançada, pela mesma Iluminuras, uma reedição, já disponível ao público.

Cantor da epopéia democrata


Entre 1855 e 1892, Whitman bancou nove edições de “Leaves of Grass”, todas diferentes na qualidade dos poemas e na organização interna.
Tinha a obsessão de marcar todas as etapas da epopéia americana e deixá-las 
ao alcance do futuro.

No verão de 1856, a 2ª edição vem com 32 poemas numerados e intitulados. Ali está Sundown Poem, mais tarde Crossing Brooklyn Ferry 

(Tomando a Balsa para o Brooklyn). Nos ferry-boats, as centenas e centenas de pessoas / retornando á casa, são ainda mais interessantes do que você imagina / E vocês, que vão atravessar de margem a margem, ano / vocês significam mais para mim, e mais em meus pensamentos / do que jamais poderiam imaginar.”(tradução : Maria Emília Guttilla e Rodolfo Witzig Guttilla).

A terceira edição vem publicada por editora de mercado e traz 154 poemas.
Ali estão obras clássicas como Premoniton (depois Calanus e Startingfrom Paumanok). 

Um campeão de audiência é Saindo de Paumanok:


“Saindo da ilha em forma de peixe / onde eu nasci – Paumanok - / bem concebido e criado por uma perfeita mãe, depois de andar muitas terras / morando em Manhattan, cidade minha / ou nas savanas do Sul / ou soldado acampado ou carregando / o fuzil e a mochila / ou labutando nas minas da Califórnia / ou bronco em minha casa nos bosques de Dakota / a comer e beber água de fonte / ou escondido para meditar / em algum canto bem fundo / longe do estrídulo das multidões (tradução : Geir Campos)

O Captain! My Captain!

A guerra civil, iniciada em 1861, levou Whitman a Washington para cuidar de um irmão ferido no conflito.

Decidiu dedicar seu tempo a tratar de soldados feridos, como voluntário, nos hospitais da cidade e, depois, dedicou-se a obras humanitárias em benefício dos ex- combatentes.

Em maio de 1865, saíram os Dum Taps, poemas da guerra depois incorporados a Leaves of Grass, alternando patriotismo com a dor pela morte de tantos americanos. .


O poema O Captain! My Captain! pertence à edição do final do mesmo ano, agora nomeado Sequel to Drum Taps, depois renomeado para Memories of President Lincoln, e é uma homenagem ao “grande chefe mártir da democracia”.

Numa cena do filme “Sociedade dos Poetas Mortos” o poema tornou-se muito conhecido.
O CAPTAIN! My Captain! our fearful trip is done; The ship has weather’d every rack, the prize we sought is won; The port is near, the bells I hear, the people all exulting, Oh capitão! Meu capitão! nossa viagem 
medonha terminou;
O barco venceu todas as tormentas, o prêmio que perseguimos foi ganho;
O porto está próximo, ouço os sinos, o povo todo exulta, Tradução: http://www.ocaixote.com.br/caixote07/captain.html

Em 1881, sai a sétima edição com a ordem e estrutura finais.
Os novos poemas que foram incorporados na oitava edição apareceriam em anexos.

A nona edição (1889) foi chamada pelos críticos de “versão do leito de morte”.
Publicada em 1892, consagrou Walt Whitman como a voz do conhecimento que vem de cada pessoa e das forças da natureza e demais formas de vida em todo o universo, da mais distante estrela em anos luz até as folhas da relva.

No Natal de 1889, ele escreveu um poema saudando o nascimento da nova república do Brasil "

Saudação de Natal" (de um grupo de estrelas do norte para seus pares do sul. 1889-90) BEM-VINDO irmão brasileiro! Abriu-se teu amplo espaço, Oferecemos a mão amiga, um sorriso vindo do Norte, uma saudação brilhante. 

(Deixe o futuro falar por si, revelando suas dificuldades, sua bagagem, É nossa, nossa a atual vibração, a busca da democracia, a aprovação e a fé)A ti estendemos nossos braços, volvemos nossos pensamentos,A ti dirigimos nosso olhar esperançoso,Tu te unistes aos livres, Tu passastes a ter brilho próprio,Tu aprendestes bem a verdadeira lição com as nações que brilham nos céus, (Brilham mais que a Cruz e a Coroa),Vamos chegar ao topo de toda a humanidade.”


Nosso “irmão em Universo”, morreu em Camden, New Jersey, no dia 26 de Março de 1892. ****************************************************************************
“Nem um só momento, velho e formoso Walt Whitman, deixei de olhar a tua barba cheia de borboletas, os teus ombros de bombazina gastos pela lua, as tuas coxas de Apolo virginal, 1ª tua voz como coluna de cinza; ancião formoso como a bruma, que gemias como um pássaro” Federico Garcia Lorca (trecho de” Ode a Walt Whitman”) ******************************************************************************