domingo, 2 de abril de 2017

Alemanha deseja reabilitar homossexuais condendos pelo parágrafo 175

 Parágrafo 175 -Documentário com legendas em português com homossexuais que sobreviveram ao nazismo

https://www.youtube.com/watch?v=vUYHv4THhyk


  
 *****
Antes tarde do que nunca
 

Da Wikipedia:

"O Parágrafo 175, conhecido formalmente como §175 StGB  , foi uma medida do Código Criminal  Germânico em vigor de 15 de maio de 1871 a  11 de junho de 1994 . O Parágrafo 175 considerava as relações  homossexuais como crime, sendo que nas primeiras edições também criminalizava as relações sexuais humanas com animais.
O dispositivo legal sofreu várias emendas ao longo do tempo. Quando os nazistas assumiram o poder em 1933, as condenações através do Parágrafo 175 aumentaram na ordem de magnitude de 10 vezes.  A rigidez do parágrafo em questão foi atenuada em 1973 e finalmente revogada em 1994 com a reunificação da Alemanha"
 

*******

mapa da Alemanha


Na edição de 31  de março passado, o jornal francês "Le Monde" publicou matéria de Thomas Wieder, seu correspondente em Berlim, sobre projeto de lei que visa reabilitar cerca de 68.300  homossexuais nascidos entre o fim da guerra(1945) até 1994. atingidos pelo parágrafo 175 da Constituição que punia a homossexualidade. Agências de notícias pelo mundo inteiro também divulgaram a notícia.


  Quinze anos depois que a Alemanha reabilitou  cerca de 50.000 homossexuais, julgados e condenados na era nazista - dos quais cerca de 10.000 foram enviados para campos de concentração , decidiu fazer o mesmo com aqueles que foram atingidos entre o final da segunda guerra Mundial e 1994 pelo parágrafo 175 do código penal que, desde 1871, considerada a homossexualidade masculina como um crime. 
O  artigo foi revogado, 

Esta justa reparação é o tema do projeto de lei aprovado em 22 de março de 2017 pelo governo de Angela Merkel. 

O Gabinete de conservadores e social-democratas da chanceler Angela Merkel  estipulou  valores  das compensações: em 3 mil euros para cada condenação e mais 1.500 euros para cada ano de prisão.
 


"A reabilitação dos homens que foram levados à justiça [após 1945] por causa de sua orientação sexual está muito atrasada", disse Heiko Maas, o ministro social-democrata de Justiça e o texto do projeto deve ser agora debatido no Bundestag (Parlamento alemão). 

O projeto de lei refere-se a um fundo coletivo de 500.000 mil euros  a serem  pagos pela Fundação Magnus Hirschfield,   sexólogo alemão bem conhecido e ativista pelos direitos dos homossexuais. A Fundação está  em processo de recolher  histórias de vida de homens que foram condenados. 

***************** 


 Hoje aos 74 anos, Fritz Schmehling,carpinteiro aposentado, descobriu a existência do §175, em 1957, quando foi ele mesmo uma vítima:   


 Fritz Schmehling ,74 anos, punido  com prisão pelo § 175 aos 15.
 "Eu tinha 15 anos e era  aprendiz de carpinteiro. Um dia, um policial à paisana entrou na loja onde eu trabalhava e me pediu para acompanhá-lo à polícia  
  
Em seguida, tudo se passou muito rapidamente: fui a um juiz de menores que me condenou a  quatro dias de detenção.  

Durante quatro fins de semana, de sábado às 14 horas a domingo às 16 horas, fiquei sozinho em uma cela sem nada para fazer. Sempre me perguntei se os guardas da prisão sabiam porque eu estava lá. " 

 O X  da questão, diz ele, "foi  série de fotos que nunca deveria ter sido divulgada. Ao 14 anos, apenas um adolescente, concordei em posar para um homem que se dizia artista e propôs me fotografar.
 “Não quero morrer com este estigma de criminoso.Tive cancer,fui operado duas vezes ,mas espero  pelo  feliz momento em que meu nome será limpo."




***************************






















Nenhum comentário:

Postar um comentário