sexta-feira, 29 de julho de 2016

Boicote ou Os dois lados da moeda

"A toda ação corresponde uma reação igual e oposta”
3ª Lei da Mecânica, de Newton




Considerado como um ato isolado para corrigir um outro ato fora do comum e absurdo, o boicote pode se estender por um período longo de tempo ou ser parte da estratégia de um programa de reformas de leis, visando mudanças na moral vigente - geralmente retrógrada.


O boicote, uma atitude de recusa ou abstenção e muito usada como represália a constrangimentos, teve sua origem na palavra inglesa boycott, derivada do nome do capitão Charles C. Boycott.
Em 1880, o militar irlandês sofreu um ostracismo social organizado pela Irish Land League por tentar aumentar o preço do arrendamento de suas terras. Como na “Lei de Newton”, às ações preconceituosas e de recusa correspondem reações iguais e opostas.

Do lado de cá

Um boicote de grande repercussão ocorreu em 1973 quando trabalhadores da centenária cervejaria Coors Brewing Company protestaram contra os testes com detectores de mentiras para averiguar a sexualidade dos funcionários.

O sempre lembrado Harvey Milk, primeiro político assumidamente gay, liderou o boicote contra a cervejaria, logo apoiado por gays e lésbicas, pelos afro americanos e pela comunidade latina. O movimento resultou em uma política mais “amigável” com os funcionários homossexuais.

Para que se tenha uma dimensão da atitude de Harvey Mills, a empresa resultante da fusão da Coors com a Molson vende, atualmente, cerca de 60 milhões de hectolitros/ano.

Em 1992, quando o parlamento do estado americano do Colorado votou o Amendment 2 - que anulava medidas protetoras sobre emprego e hospedagem dos gays em Denver, Aspen e Boulderos - os ativistas, a indústria hoteleira e 31 empresas e organizações diversas, como, por exemplo, a Fundação Americana para pesquisa sobre AIDS, a Organização Nacional de Mulheres, a Associação Americana das Bibliotecas Jurídicas e o Conselho Nacional de estudos Sociais, remanejaram suas convenções marcadas para o aquele estado norte-americano.

Antes da Suprema Corte americana colocar um ponto final nas chamadas “leis da sodomia”, em 1994, foram incontáveis as categorias profissionais que recusaram a marcar congressos ou seminários em cidades de estados que não tivessem adotado leis protetoras para a comunidade LGBT.

Em 1993, quando o estado do Arizona não aceitou incluir em seu calendário o feriado que homenageava Martin Luther, a National Football League simplesmente transferiu, durante seis anos, o Super Bowl, atração nacional, de Phoenix para Pasadena, California. 

A decisão causou um rombo incalculável na arrecadação hoteleira, nos impostos e no comércio.
Em junho de 2001, a administração do Clérigos Shopping Porto – uma empresa integrante do maior grupo econômico português (Sonae) - não autorizou a realização, em seu espaço, da festa gay Porto Pride alegando desejar "manter-se eqüidistante perante movimentos que possam gerar antagonismos na sociedade portuguesa".
 

Os organizadores do evento (o site Portugal Gay) apelaram para um "boicote imediato às empresas e produtos do universo Sonae por todos, gays ou heteros, que não toleram o estigma e a discriminação subjacentes a esta decisão". 
A festa acabou sendo realizada à bordo de um barco ancorado em Massarela e foi um sucesso. E tudo se acertou numa boa.

No dia 18 de julho de 2005, numa decisão histórica, passou no Parlamento espanhol liderado pelo Primeiro Ministro Zapatero a lei que permite a união civil entre pessoas do mesmo sexo. Manifestações e boicotes para pressionar pela não aprovação da medida foram usadas pelo lado de lá (Igreja Católica, Fórum da Família e Partido Popular).


Do lado de lá
O famigerado Código de Hays, de censura ao cinema, que vigorou durante décadas em Hollywood foi responsável pelo chamado “escândalo do filme Ecstasy”, também conhecido como Sinfonia de Amor. 
Durante dez minutos, a atriz austríaca Hedy Lamarr corria nua entre as árvores e mergulhava num rio. Em seguida, havia uma simulação do ato sexual. 
Tudo visto de muito longe, mas o suficiente para que um comitê do governo americano boicotasse o filme, tirando-o de cartaz e queimando a maioria das cópias.

Em 1993, 63% dos eleitores que compareceram às urnas em Cincinnati, Ohio, deram seu voto contrário às leis de proteção contra a homofobia. 

Resultado: em 2004, o Cincinnati Convention Bureau divulgou a informação que cidade perdera cerca de 47 milhões de dólares no negócio de convenções desde que a decisão dos eleitores fora colocada em prática.

Em novembro de 2004, uma coalizão de políticos, empresários e líderes religiosos conseguiu que a emenda fosse anulada. Uma lei não discriminatória foi adicionada para que fosse encerrado o boicote.

"Mulhercotar'
A corredora Lacey O'Neal, durante o protesto dos afro americanos que competiam na Olimpíada da Cidade do México em 1968, cunhou a expressão 'girlcott' – um jogo de palavras para contrapor boy= menino com girl= mulher.

Falando pelas muheres atletas negras, Lacey afirmou que só não “mulhercotariam” a Olimpíada se fossem reconhecidas como competidoras em pé de igualdade com os homens.

O neologismo – girlcott - foi parar no Times em 1970 quando a tenista aposentada Billie Jean King também o utilizou numa reportagem sobre o Torneio de Wimbledon, enfatizando a necessidade de isonomia nos prêmios em dinheiro oferecidos a atletas homens e mulheres.

Vegetariana convicta e participante da organização contra o morticínio de animais (PETA), k.d. lang gravou uma campanha nacional contra o consumo de carne bovina cujo slogan era "Meat stinks!" (carne fede!). 

Os pecuaristas da cidade onde a cantora nasceu, não se dando por satisfeitos com um boicote feroz aos seus discos, picharam a placa da entrada de Consort, onde se lia "Home of k.d.lang" com a expressão "Eat beef, dike!" (Coma carne, sapatona!).

O grupo cristão conservador Associação da Família Americana liderou um boicote nacional contra a Ford Motor Company pelo suporte dado aos movimentos LGBT
 

Este anúncio veio duas semanas após a mesma AFA ter começado uma ação similar contra a Kraft Foods, pelo patrocínio dos Jogos Olímpicos Gays de Chicago, em 2006.
A AFA sugeriu que consumidores também não comprassem várias outras marcas de veículos, entre elas, Lincoln, Mercury, Volvo, Jaguar, Mazda e Land Rover.


Considerado como um ato isolado para corrigir uma outro ato fora do comum e absurdo, o boicote pode se estender por um período longo de tempo ou ser parte da estratégia de um programa de reformas de leis, visando mudanças na moral vigente - geralmente retrógrada.

Ponto para Sir Isaac Newton.
_*************************************************************************

Nenhum comentário:

Postar um comentário