quarta-feira, 13 de julho de 2016

Linha do Tempo de Vaslav Nijinski


Todos os vídeos aqui publicados se originaram de filmes com mais de um século.

 **

Trecho de "L' aprés-midi d'un Faune"/ A tarde de um Fauno

Com Nijinski no papel de Fauno
Música de Claude Debussy (1912)

https://www.youtube.com/watch?v=g0aNjMRGL_E

************************

* Vaslav Fomitch Nijinski,bailarino e coreógrafo,  nasceu em Kiev em 12 de maio de 1889 e morreu em Londres em 12 de abril de 1950.

*Filho dos bailarinos poloneses  Tomasz Niżyński  e Eleonora Bereda ,teve irmã  também  bailarina, Bronislava Niyijinska

*A partir de 1900, Nijinsky frequentou a Academia de Dança Imperial de São Petesburgo e ali impressionava a todos o excepcional talento e saltos, como o que você pode ver abaixo:.

https://www.youtube.com/watch?v=pZ1g7VAt-Nk

*Existem dúvidas: era morfologia estranha num metatarso ou um dom divino o que fazia o bailarino dar os saltos mais espetaculares da dança em todos os tempos?

* A carreira durou dez anos, até que problemas de saúde (mental) os tiraram literalmente de cena.
Estes poucos anos  foram o suficiente para fundamentar uma   lenda.

*Seu destino se ligou ao de  Diaghilev, fundador e diretor dos Ballets Russes, uma das maiores realizacões artísticas da primeira metade do século XX. 

*Diaghilev transformou o  jovem dançarino,   especialmente dotado para um criar de novas formas de expressão, em seu amante por muito tempo e em coreógrafo   anos-luz à frente de seu tempo.

*Algumas coreografias de Nijinski para 15 ballets da Companhia de Diaghlev:

https://www.youtube.com/watch?v=M1w6cg5I10c 

****
 *Lista de admiradores de Nijinsky ;Jean Cocteau, Rodin, Oskar Kokoschka, Modigliani, Valentine Gross, Georg Kolbe, Una Troubridge, Max Jacob, Jacques-Emile Blanche, Léon Bakst, Marc Chagall, Eugène Druet, Adolphe De Meyer  e tantos outros que se encantaram com as turnês dos Ballet Russes pela Europa e Estados Unidos.
Todos tentaram captar o mistério de seus movimentos através de  esculturas,pinturas, desenhos, gravuras, fotografias. 

Casamento com Romola

Romola de Pulszky  (1891 –1978),aristocrata húngara.
Ainda jovem tornou-se interessada em dança,mais especificamente, em Vaslav Nijinski.
 Romola de Pulszky-Nijinskl
* Do casamento que  aconteceu em Buenos Aires, em 1913,durante uma turnê da Companhia,
nasceram duas filhas.
*A união significou rompimento com  Diaghilev e afastamento do grupo por muitos anos.
Até que novamente foi incorporado aos Ballets em Nova York.

*Em seguida ,e por 30 anos,  o artista foi diagnosticado com esquizofrenia.

*Em 1934, Romola  publicou a 1a. biografia de  Nijinsky,  cobrindo a juventide e carreira do marido.

*Depois que descobriu o diário  dele,escrito antes da internação no hospital psiquiátrico,publicou versão atualizada e,ainda, uma terceira, em 1952.

Os Diários 
*Durante  o final de 1918 e início de 1919,assim que se mudou para Saint-Moritz ,na Suíça,com sua mulher e filha, Vaslav Nijinsky escreveu memórias e anotações em quatro cadernos. 
* Críticos sugerem que a escrita febril e ,por vezes com ódio, teria sido a última tentativa de controlar  a  integridade e o equilíbrio diante   do perigo da doença mental que se aproximava, para desintegrar sua vida  

*Em 19 de janeiro de 1919,se apresentou em público pela última vez no Hotel  Suvretta ,em  Saint-Moritz, mostrando, na coreografia,os horrores da guerra que havia terminado.
*Nijinsky nunca mais dançou,morrendo 1950,sem  recobrar a lucidez. 

O Último Salto
*1939-Duas décadas de internação no sanatório , distante, mudo, inapetente, olhar perdido,Nijinski foi visitado pelo famoso bailarino Serge Lifar.
De repente, do fundo do abismo mental em que vivia,Nijinski  deve ter tido um derradeiro lampejo de lucidez e deu seu último salto, captado pelo fotógrafo que registrava a cena.
Em seguida, voltou ao estado quase catatônico.

Veja a sequência :




 *******************************

Nenhum comentário:

Postar um comentário